Eu paguei apenas $ 5 para assistir a uma dançarina nua fumar um contundente com as pernas atrás das costas

Este clube de sexo virtual amigável para gays me mostrou que eu gostava de coisas que nunca pensei que faria.

A primeira vez que fui a um clube de strip foi horrível. Minhas expectativas foram moldadas por filmes comoO Clube do JogadoreMike mágico,mas em vez de Matthew McConaughey, recebi um MC super animado com uma peruca gritando 'Bang! Bang! ' sempre que um dos strippers machucava uma mulher.





Ficou claro para mim, daquele ponto em diante, a experiência do clube de strip foi projetada para cisgêneros, heterossexuais brancos que só gostam de um certo tipo de corpo - não para uma mulher negra queer como eu.

Mas no outono passado, em meio à pandemia, vi um post no Instagram sobre Santuário Negro . É uma experiência de strip club virtual especificamente para as comunidades LGBTQ + e BIPOC, co-hospedada e criada por duas mulheres queer negras, Eden X e Os dentes de Holliday. (Era uma extensão do Sanctuary, um clube de strip virtual criado por Andre Shatki .)

No Sanctuary Noire, eles apresentam um elenco rotativo de artistas exclusivamente BIPOC, todos com diferentes tipos de corpo, orientações sexuais e estilos. Se esse tipo de clube existe em outro lugar, certamente nunca o encontrei.



Como uma negra esquisita passando por uma pandemia - o que me deixou com tesão e solitária, veja bem - fui vendida.

Além disso, nem sempre vejo pessoas que se parecem comigo serem celebradas ou elogiadas por serem sexy, então pensei que seria positivo ver dançarinas negras e marrons homossexuais com diferentes tipos de corpo chamando atenção e revelando sua sexualidade.

Comprei minha passagem de $ 5 e esperei a noite chegar.

História Relacionada

A festa virtual foi, humm, tudo e mais ...



Naquela noite de sexta-feira, sentei-me sem sutiã em uma camiseta com legging com uma garrafa cheia de Pinot Grigio. (Um privilégio de clube de strip virtual: você pode trazer seu próprio álcool.) Eu tinha meu laptop pronto e loguei na sala do Zoom protegida por senha usando o link que havia sido enviado algumas horas antes do show.

Uma vez admitidos na sala, avaliei os outros 15 ou mais participantes - algumas pessoas tinham suas câmeras desligadas como eu, outras deixaram as suas e assistiram ao show com amigos ou parceiros, outros estavam vestidos com lingerie completa.

O show que participei foi o show de aniversário de Eden X, e ela escolheu a mão a programação daquela noite, que incluía os artistas Eva Mystique , Sem torção , convidado especial Sra. Briqhouse , e Gigi Holliday , a quem ela chamou de 'co-conspirador'.



Para começar a noite, fomos recebidos por Gigi, que mais tarde se tornou uma das minhas dançarinas favoritas por causa de seu senso de humor, energia e habilidade de fazer seu bumbum bater palmas.

Ela começou estabelecendo as regras: mantenha seu microfone mudo, sem capturas de tela ou gravação, sem negatividade e sem pedidos sem uma dica.

Muito parecido com um clube de strip em pessoa, havia um menu de serviços oferecidos. Diferentes valores de gorjeta = coisas diferentes. Você pode enviar uma gorjeta geral porque gostou do que viu, comprar uma dose ou toke para uma dançarina por US $ 5, solicitar uma música por US $ 10 ou dar uma gorjeta para uma 'lap dance' semi-nua ou nua - o que significa apenas que eles dançaram sobre o câmera como se fosse seu colo. (As informações de Venmo, Cashapp e Paypal do dançarino foram postadas no bate-papo enquanto eles se apresentavam.)

Veja esta postagem no Instagram

Uma postagem compartilhada por Sanctuary VSC (@sanctuaryvsc)

Quando a noite começou, percebi que cada cenário de dançarino era diferente. Alguns estavam relaxando em suas salas de estar, enquanto outros artistas dançavam no palco de um clube de strip vazio. Cada um realizou três séries.

Agora, deixe-me dizer a todos vocês, essa foi a coisa mais quente de todos os tempos. Aprendi que gostava de coisas que nunca pensei que faria. Como, durante um set, uma dançarina chamada Sin Twisted recebeu um pedido para dar uma tragada em um tubo com as pernas atrás da cabeça. Eu felizmente a dei uma gorjeta para mais tokes para que eu pudesse continuar gostando de seus movimentos, mesmo que isso significasse que eu tivesse que inclinar minha cabeça em ângulos estranhos para acompanhar seu corpo contorcido.

Eu também dei uma gorjeta a Gigi Holliday por balançar sua bunda tão perto da câmera que quase parecia que era na vida real. Eu sou uma pessoa muito burra, então isso foi a coisa mais próxima de um verdadeiro estar literalmente na minha cara.

Então, uma dançarina chamada Eva Mystique me fez sentir todas as coisas. Eu tenho todos os tipos de formigamento ao observá-la, mas especialmente o formigamento do ASMR ao ouvi-la bater os sapatos juntos. Agora eu sei que acho o som de saltos de stripper batendo relaxante, então é isso.

Mais tarde, a deusa e o ícone Sra. Briqhouse realizada. Ela dançou em frente a uma lareira à luz de velas, usando uma capa de seda e parecendo um super-herói erótico. (Se valesse a pena, eu definitivamente teria deixado que ela me salvasse.) Eu a vi pegar uma das velas que cercavam a lareira e lentamente derramar cera de vela em seu corpo, incluindo seu fio dental. Nenhuma vez ela quebrou o contato visual com a câmera.

Eu, pessoalmente, ainda tenho que explorar meu interesse em jogos de cera, então ver a cera quente deslizando pelos seios me fez sentir ao mesmo tempo muito excitada e também como se eu precisasse experimentar por mim mesma.

Depois de quase três horas de tudo isso e mais, o show terminou e eu sabia que estava prestes a sair e me masturbar. Era tão incrível ver artistas com quem eu poderia me identificar.

História Relacionada

No geral, recomendo que você participe deste show também

Tudo era muito íntimo, mas também muito excitante. Como um bebê queer, eu nunca quero objetificar mulheres e femmes da maneira que alguns homens cisgêneros e heterossexuais fazem, mas este parecia um lugar seguro para reconhecer meu amor por bunda e peitosrespeitosamente.

Oh, também estou muito feliz que minha câmera esteve desligada durante a noite, porque toda vez que eu via uma dançarina fazer uma divisão nua ou roçar sua boceta enquanto se inclinava e olhava para a câmera, meu coração e minha boceta latejavam. Ninguém precisava ver o quão perto eu tinha meu laptop pressionado contra meu rosto.

Mas realmente, no geral, todos os dançarinos eram impressionantes, talentosos e ágil - e com características semelhantes às minhas. Ao ouvir algumas das minhas músicas favoritas e mostrar seus belos corpos, fiquei pensando em como seria incrível ter um espaço como esse pessoalmente. E talvez haja depois da pandemia.

Mas, por enquanto, se você está procurando um espaço sexy e seguro que centra todos os corpos, identidades de gênero e expressões de gênero, acredite em mim quando digo, este é o lugar para você. Literalmente custa apenas US $ 5 para participar.

Além disso, o que mais há para fazer em uma pandemia na sexta à noite? E mesmo quando o mundo começa a se abrir, acho que continuarei indo para o clube de strip ... direto do meu sofá.

História Relacionada